Comprar um carro nos EUA e no Brasil – Parte 2

Este é um post de continuação. Caso não tenha lido o primeiro clique aqui


Dando continuidade ao post…

  • Compra:

No Brasil, como já conhecemos, para tudo que se refere a grandes quantias de dinheiro, há uma enorme burocracia. E infelizmente não estamos falando de uma burocracia apenas de papeis que precisamos assinar. Falamos de processos, de documentação, de comprovações e de tempo. Infelizmente um processo de compra de um carro pode demorar até 2 semanas. Muito desta demora é porque um carro é financiado pelo banco, e não pela loja. Uma concessionária sempre recebe o valor do carro à vista, e nunca parcelado. Então a loja só libera a “mercadoria” após o recebimento. Este processo do banco lhe aprovar, pegar todos os seus documentos, alguns autenticados, cadastrá-lo no sistema do banco e liberar o dinheiro para concessionária demanda tempo.

Aqui nos EUA este processo é bem diferente. Claro que há uma burocracia com papeis, comprovantes de rendimento, residência e o temido SSN (Número do seguro social), que para os brasileiros podemos dizer que é um numero de CPF um pouco mais moderno pois nele há todo o seu histórico de vida financeira (depois falarei mais sobre ele). Então, depois que você escolheu o carro com o atendente de pátio, passou pelo vendedor para saber de todos os dados, preço, financiamento e outras informações, chega a hora de você conhecer o Gerente Financeiro, que é a pessoa que fará com que tudo o que foi dito até agora vire realidade.  Nesta etapa você assinará todas as papeladas, fará o pagamento, caso seja à vista, ou assinará os papeis para financiamento do seu carro no banco.

Assinado todos os papeis que são necessários, e com toda a documentação em ordem, você volta para o vendedor, que, já com a sua chave na mão, senta para lhe fazer uma rápida “pincelada” no manual, e trazer coisas mais importantes para serem ditas sobre seu carro. Pronto, você já pode sentar no banco do seu novo “possante”. Mais alguns pequenos detalhes e você já estará com seu carro, lavado e com tanque cheio!!! Sim, porque enquanto você estava com o gerente financeiro, eles simplesmente levam o seu carro para lavar e abastecer!

Sim, para um bom brasileiro como eu, nada mais doido do que sair com o seu carro ZERO no mesmo dia da compra. E ainda com o tanque cheio! É inacreditável, mas é um procedimento muito comum aqui.

Você deve estar se perguntando por que isto acontece. Tentarei explicar rapidamente, ok?

Primeiro, porque, ao contrário do Brasil, aqui as lojas confiam no cliente, e a comunicação entre as empresas (no caso concessionária e banco) são eficientes. Portanto, a loja sabe que em poucos dias receberá o valor do carro integralmente, e não há por que não entregar o carro para o cliente e fazê-lo feliz.

Segundo ponto é que a lei aqui é bem rígida e é cumprida rapidamente em casos de falsidade ideológica. Portanto, se você for louco o bastante para utilizar documentos falsos, sua alegria será bem rápida e passageira.

Terceiro e último ponto é que a concorrência aqui é realmente pesada, e caso uma loja seja burocrática e lenta para venda do carro, simplesmente há outras 50 lojas que fazem o contrário.

  • Pontos interessantes:

Há algumas coisas bem peculiares na compra de um automóvel nos EUA, duas delas eu colocarei neste post porque alguns, como eu, vão achar engraçadas.

Primeira é o seguro do carro, que é uma obrigação para qualquer carro, seja de qual ano for. O seguro, não apenas para resguardar em caso de roubo, mas para mostrar para as autoridades que você é capaz de pagar os custos de um acidente em que você foi envolvido.

Estou acostumado no Brasil a fazer uma busca bem longa sobre seguros, e escolher entre as empresas, a que mais me agrada e que tenha um preço justo. Aqui comigo foi um pouco diferente, não sei se é uma regra, mas bastou um telefonema para o corretor, que em alguns POUCOS minutos já estava com meu carro segurado, com o fax da apólice em mãos. Como há uma confiança mútua entre as partes, o corretor já faz a escolha da melhor companhia para mim e já faz todos os processos necessários para a adesão. Em meu caso o processo de seguro do carro não demorou mais do que 15 minutos (verdadeiramente 15 minutos!). Aqui, como no Brasil, o banco só libera o veículo caso ele já esteja segurado.

Passada a experiência do seguro, outro ponto interessante é a parte de registro do carro em relação ao Estado. Como em nosso país, aqui também há um processo para registro e obtenção da placa do carro. Mas aqui a placa é do dono do carro, ou seja, ela pertence ao carro enquanto este carro for meu. Caso mais tarde eu venha a vender este carro para outro comprador, ele terá que registrar o seu carro e obterá uma nova placa de registro, com outra numeração.

Então, após todos os dados do carro estarem no sistema do Estado, você recebe uma placa (na verdade um papel impresso) que você deverá usar na parte traseira do seu carro até sua placa permanente chegar por correios. Isso mesmo, você recebe sua placa pelos correios e você mesmo instala, não há nenhum lacre ou outra necessidade especial.

Este, é claro, é um registro de uma experiência própria, tanto na compra de um carro no Brasil quanto aqui nos EUA, ou seja, quero dizer que para outras pessoas alguns processos podem ser totalmente diferentes. Em nenhum momento quero diminuir ou criticar o processo do Brasil, apenas mostrar em que alguns pontos podem e vão melhorar ao longo do tempo. Afinal, estamos comparando os Estados Unidos, um país que tem uma frota em torno de 240 milhões de veículos, com o Brasil, que tem 65 milhões, números de 2010.

3 Responses to Comprar um carro nos EUA e no Brasil – Parte 2

  1. simone disse:

    A-MEI o post! Continuem escrevendo sobre estas diferenças culturais, sociais, ideológicas, financeiras, físicas, químicas, quânticas sobre Brasil e EUA, pelo menos no que diz respeito ao Texas, claro!

  2. Silvia disse:

    Adorei o texto!!! Faz a gente sentir a diferença real entre os dois países…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *